Taxas moderadoras

7 de janeiro de 2008

Já estamos habituados... Ano Novo, Preços Novos! Mais uma vez, na Saúde, houve aumentos nas taxas moderadoras. As taxas moderadoras das urgências sofrerarm um aumento de mais de 4%. A partir de 1/1/2008, o acesso à urgência de um hospital central passa a custar 9,20 €, mais 45 cêntimos que no ano passado, enquanto aceder à urgência de um hospital distrital passa a custar 8,20 €, com uma urgência num centro de saúde a custar 3,60 €.

Ler notícia.

No entanto, felizmente, mantêm-se as excepções à regra e, entre outros, estão isentos do pagamento das taxas moderadoras:

  • As crianças até aos 12 anos de idade, inclusive;
  • Os beneficiários de abono complementar a crianças e jovens deficientes;
  • Os insuficientes renais crónicos, diabéticos, hemofílicos, parkinsónicos, tuberculosos, doentes com sida e seropositivos, doentes do foro oncológico, doentes paramiloidósicos e com doença de Hansen, com espondilite anquilosante e esclerose múltipla;
  • Os doentes portadores de doenças crónicas, identificadas em portaria do Ministro da Saúde que, por critério médico, obriguem a consultas, exames e tratamentos frequentes e sejam potencial causa de invalidez precoce ou de significativa redução de esperança de vida;

A prova dos factos referidos nos pontos anteriores faz-se por documento emitido pelos serviços oficiais competentes.

Mais informações aqui.

3 comentários:

Helder disse...

eu já nao pago em exames/consultas há uns bons 10 anos. tratem da papelada que vale a pena!

Marta Campos disse...

Obrigada pela informação, Helder. Eu não tinha a certeza se as pessoas com SN estavam isentas, mas aparentemente é só uma questão burocrática!! :)

Helder disse...

É mesmo apenas uma questão burocrática. Peçam um pequeno resumo da vossa condição ao vosso nefrologista de serviço e depois entreguem esse papel à vossa médica de familia/centro de saúde onde estão inscritos e já está! :)